Aba 1

    NOTÍCIAS

    Postado em 29 de Março de 2018 às 15h30

    Protesto Expresso agiliza recuperação de crédito

    • ACIC CHAPECÓ -
    • ACIC CHAPECÓ -
    • ACIC CHAPECÓ -

    Com objetivo de apresentar uma ferramenta para agilizar o processo de recuperação de crédito, a Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC) promoveu, nessa quarta-feira (28), a palestra “Protesto Expresso – o Jeito mais Fácil e Assertivo de Cobrar uma Dívida”. O Protesto Expresso é uma ferramenta oferecida aos associados da ACIC que se destaca pelo baixo custo de inserção de títulos para cobrança via tabelionatos de protesto e por ser um sistema online capaz de se integrar com outros sistemas das empresas.

    O diretor comercial da Central de Cartórios de Protesto de Santa Catarina, Sérgio Acy Kollet, explanou sobre como funciona a solução empresarial e o convênio com a ACIC, os tipos de documentos que podem ser protestados, as consequências para quem é protestado, prazos e prescrições de documentos, custos e emolumentos cartoriais, anuência eletrônica, entre outros. “Existem 53 tipos de documentos que podem ser protestados, entre eles duplicatas mercantis de serviço, cheques, notas promissórias e contratos”, explicou.

    Entre as vantagens de usar o Protesto Expresso estão a facilidade para protestar, pois o sistema é totalmente online, agilidade no processo de cobrança, baixíssimo custo, recuperação de crédito, comunicação integrada com outros sistemas via web service em todo o território catarinense e a comunicação com outros Estados para atender empresas que possuem negócios fora de Santa Catarina. “A maior vantagem é a economia. Não é necessário pagar custos e emolumentos que são bancados pelos cartórios até o devedor fazer o pagamento. Temos aproximadamente 13 mil empresas usuárias da ferramenta, mas todas as 350 mil organizações do Estado podem utilizar”, realçou Kollet.

    PROTESTO EXPRESSO

    O protesto é um ato formal pelo qual se comprova a inadimplência e o descumprimento de uma obrigação originada em títulos e outros documentos de dívida feita em cartório. Após o pedido, o cartório faz uma intimação ao devedor, que tem três dias úteis para quitar a dívida. Se o pagamento não for efetuado dentro desse prazo o título será protestado e aparecerá no Serasa, Boa Vista e SPC Brasil durante cinco anos. No cartório, o devedor ficará negativado até a dívida ser paga.

    A ACIC passou a oferecer o Protesto Expresso em dezembro de 2016, em parceria com a Federação das Associações Empresariais de Santa Catarina (Facisc) e com o Instituto de Estudos de Protesto de Títulos do Brasil – Seção de Santa Catarina (IEPTB/SC). A executiva de contas da ACIC, Gracieli Maggioni, destaca que a entidade busca constantemente disponibilizar novos serviços aos associados para facilitar o dia a dia das empresas.

    Mais informações pelo telefone (49) 3321-2800 e pelo e-mail comercial@acichapeco.com.br.

    Veja também

    Sebrae/SC e Acic promovem curso sobre Gestão de Pessoas10/11/15 O Sebrae/SC promove em parceria com a Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC), no período de 16 a 23, das 19 às 22h30, no auditório da ACIC, o curso Gestão de Pessoas – na medida. A iniciativa permite criar condições para o desenvolvimento de competências para aplicar processos de gestão estruturados, o que contribui para a......
    Empresários de tecnologia e inovação promovem ações para estimular jovens a atuar no setor03/06/19Segmento possui vagas de trabalho abertas, mas não encontra profissionais disponíveis e qualificados no mercado Chapecó é um dos principais municípios de Santa Catarina. É a quinta maior cidade catarinense em população, com aproximadamente 220 mil habitantes e possui o sexto maior Produto Interno Bruto (PIB) do Estado, de R$......
    ACIC promove curso sobre contabilidade para não contadores 22/02/16 A Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC) promoveu, nessa semana, o curso de contabilidade para não contadores. Durante três dias, os participantes aprenderam a importância do uso da contabilidade para a......

    Voltar para Notícias