Aba 1

    NOTÍCIAS

    Postado em 19 de Maio de 2016 às 16h44

    Núcleo dos CFC’s da ACIC promove mudanças de comportamentos no trânsito

    Para conscientizar a população sobre os altos índices de acidentes de trânsito e alertar sobre como diminuir esse número, todos os anos é realizada, em todo o País, a campanha Maio Amarelo. O Núcleo dos Centros de Formação de Condutores (CFC’s) da Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC) participa da programação que está sendo realizada em Chapecó.
    Entre os dias 5 e 25 deste mês, o Núcleo realizará 10 palestras em escolas, na Cidade do Idoso e na Educação de Jovens e Adultos (EJA). As palestras têm duração de 50 minutos e são realizadas em diferentes horários pelos Centos de Formação de Condutores 2000, ABC, América, Cometa, Efapi, IP, Modelus e Xavante.
    O coordenador do Núcleo das CFC’s, Elói Dalla Vecchia, relata que os temas abordados são o uso de celular na direção, parada em fila dupla e ciclismo. A mistura celular e direção é tão perigosa quanto conduzir um veículo alcoolizado, pois falar ao telefone ou mandar SMS envolve distração manual, visual e cognitiva simultaneamente. Parar o carro ao lado de outro veículo, em fila dupla, é uma prática comum para muitos motoristas. Porém, atrapalha o trânsito e é considerada infração, independente do tempo que o veículo fique estacionado. Além disso, essa atitude aumenta o risco de acidentes.
    Dalla Vecchia explica que bicicletas são consideradas veículos, com direito de circulação pelas ruas e prioridade sobre os automotores. Buzina, espelho e adesivos refletores na frente, atrás, nas laterais e nos pedais são exigidos por lei. Cotoveleira, joelheira e especialmente capacete são altamente recomendados, mas o uso não é obrigatório. “A bicicleta é um veículo como todos os outros, sujeito a regras básicas de circulação. Há obrigações legais e multas previstas para o ciclista. Então, nada de andar na contramão, furar sinal vermelho nem fazer conversão sem dar seta que, no caso do ciclista, é um aceno com o braço”, expõe o coordenador, acrescentando que, a não ser que haja sinalização autorizando o tráfego de bicicletas, pedalar na calçada é uma manobra ilegal que pode gerar multa.
    Outra norma geral é a de que, no trânsito, grandes veículos são responsáveis pela segurança dos mais frágeis. Ou seja, carros devem ter cuidado com motocicletas e bicicletas, e todos são responsáveis pelos pedestres. Por isso, carros que ameaçam ou não dão espaço a ciclistas cometem infração grave.
    Segundo ele, o Núcleo dos CFC’s participa do Maio Amarelo a fim de contribuir e enriquecer o trabalho de conscientização por meio da realização de palestras. “Os temas são abordados numa linguagem acessível e direta para que as dicas sejam assimiladas por todos. São orientações simples, mas importantes, que buscam mudar comportamentos, chamam a atenção para a reflexão, para o planejamento e um olhar sempre atento para as questões de segurança”, finaliza.
    O secretário de Defesa do Cidadão da prefeitura de Chapecó, Claudiomiro do Amaral, frisa que a participação das entidades empresariais do município fortalece o Movimento Maio Amarelo. “Sem a participação dos Núcleos dos CFC’s e das Automecânicas da ACIC nós não conseguiríamos atingir nossos objetivos”, diz, acrescentando que neste ano as atividades continuarão até setembro. “Uma inovação deste ano, sugerida pelas entidades, é que todos os meses, até setembro, quando é realizada a Semana do Trânsito, uma das entidades realizará uma ação referente ao trânsito”, informa.
    MAIO AMARELO
    O Maio Amarelo deste ano foi lançado em Chapecó no dia 02 de maio em cerimônia realizada no Sest/Senat. O Movimento tem como proposta chamar a atenção da sociedade para os altos índices de violência no trânsito, um dos principais motivos de mortes e feridos no mundo. Dentre os objetivos está realizar ações coordenadas entre o poder público e a sociedade civil organizada, discutindo alternativas que garantam a segurança viária, tanto de pedestres como de motoristas.

    Veja também

    NTIC da ACIC e Deatec conhecem linhas crédito para inovação 18/08/14 O Núcleo das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (NTIC) da Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC) e a Associação Polo Tecnológico do Oeste Catarinense (Deatec) viabilizaram um encontro, na última semana, para que empresários vinculados às duas entidades pudessem conhecer as linhas de......
    Fundo Social Chapecó recebe capacitação sobre leis de incentivo fiscal04/07/18Iniciativa foi da FIESC, por meio do SESI, em parceria com a ACIC, ENGIE Brasil Energia e Incentive. Objetivo foi orientar entidades para captar recursos Cerca de R$ 140 milhões deixam de ser investidos em projetos sociais todos os anos em Santa Catarina. Os números foram apresentados nesta quarta-feira (04) durante o programa Capacitar, em Chapecó, promovido pela Federação......
    Pasquali presidirá Conselho Deliberativo da ACIC neste ano28/01/14 O empresário Flávio Pasquali presidirá o Conselho Deliberativo da Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC) neste ano. Ele substitui Orivaldo Chiamolera que encerrou mandato nesta semana. A......

    Voltar para Notícias