NOTÍCIAS

Postado em 15 de Junho às 14h31

Núcleo de Automecânicas da ACIC Mecânica São Cristóvão apresenta case de sucesso alcançado com o associativismo

  • ACIC CHAPECÓ -
  • ACIC CHAPECÓ -

O Núcleo de Automecânicas da ACIC promoveu reunião nessa semana com participação dos nucleados, familiares e convidados. O presidente da ACIC, Cidnei Barozzi, acompanhou o encontro que contou com a apresentação do case da Mecânica São Cristóvão, nucleada há aproximadamente 17 anos.
Em 2013 foi demonstrado, em uma reunião do núcleo, o projeto Encadeamento Produtivo, realizado pelo Sebrae e Aurora Alimentos junto a diversos parceiros. Foi quando os sócios da Mecânica São Cristóvão, Genuíno Simioni e Salete Brasil Simioni, a supervisora administrativa e financeira Soames Smaniotto e o supervisor operacional Rafael Alexandre Simioni decidiram investir na gestão.

Em 2015 iniciaram timidamente as consultorias. Em fevereiro de 2017, a direção começou a se dedicar 100% ao projeto identificando pontos fortes e outros que precisavam ser melhorados. “Após as consultorias do projeto, continuamos com os encontros até identificarmos tudo que precisaríamos mudar. Foi um trabalho em equipe, envolvendo, além da direção, os colaboradores”, frisa Soames.

A mecânica foi fundada em 1974. Genuíno, mais conhecido por Nino, relata que sempre houve preocupação com a qualidade técnica dos serviços prestados. Porém, há alguns anos, sentiu a necessidade de investir na estrutura física e, para isso, precisaria melhorar o resultado financeiro. “Isso só foi possível devido ao associativismo, com a nossa participação no núcleo. Conseguimos, em uma época de crise, dar uma grande virada na empresa”, expõe acrescentando que as mudanças na gestão impactaram diretamente no resultado financeiro que aumentou em aproximadamente 30%. Nino ressaltou a participação de toda a equipe administrativa e de colaboradores, que foi fundamental para o projeto dar certo.

De acordo com o coordenador do núcleo, Adilso Dorini, o grupo empresarial promove frequentemente encontros para troca de conhecimentos. “Sempre aprendemos com os colegas. O objetivo é fortalecer o setor e fazemos isso discutindo os problemas e buscando soluções de forma coletiva”.

Todos os associados à ACIC têm a oportunidade de participar dos núcleos que, por meio de suas ações, contribuem para o desenvolvimento das empresas e para fortalecer o associativismo. “É importante a diretoria da Associação Comercial estar próxima dos núcleos e todos estarmos alinhados para alcançar nossos objetivos. O case da Mecânica São Cristóvão mostrou que as conquistas são coletivas, mas também depende muito de cada um conduzir e implantar novas ações dentro das suas empresas”, concluiu o presidente da entidade, Cidnei Barozzi.


 

Veja também

Expen 2014 comprova que oeste tornou-se polo de tecnologia20/03/14 Os empresários e empreendedores do grande oeste catarinense não precisam se deslocar aos grandes centros para obterem soluções tecnológicas: todas elas estão disponíveis aqui mesmo. A assertiva é do coordenador geral da Feira de Soluções Empresariais (Expen), Nilvânio Faller, na abertura do evento, realizada na tarde desta quarta-feira, no......
Chapecó faz ato público para exigir mais investimentos em segurança24/02/14 O crescimento da criminalidade e a redução da estrutura do aparelho policial criaram um quadro dramático em Chapecó. Motivados por esse cenário, empresários e trabalhadores se reúnem ás 9h30 da......

Voltar para Notícias