NOTÍCIAS

Postado em 02 de Maio de 2017 às 16h07

Núcleo das Indústrias Gráficas

ACIC CHAPECÓ Há 20 anos, grupo fomenta melhorias e avanços no setor a partir da troca de experiências Ao completar 20 anos, o Núcleo das Indústrias Gráficas da Associação Comercial e...

Há 20 anos, grupo fomenta melhorias e avanços no setor a partir da troca de experiências

Ao completar 20 anos, o Núcleo das Indústrias Gráficas da Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC) constrói um legado para Chapecó ao promover, por meio do associativismo, ações que ampliam, aprimoram e fortalecem o setor gráfico no município. O núcleo foi fundado em 1997 com o principal objetivo de integrar o maior número de empresas possíveis.

Desde seu início, o grupo promove o associativismo, a capacitação empresarial e técnica com foco na melhoria constante dos produtos e serviços das empresas envolvidas. Durante toda a história do Núcleo, as empresas vêm investindo em tecnologia de ponta, o que permite a produção de material de alta qualidade, e qualificação dos empresários e colaboradores por meio de workshops, capacitações, palestras e participação em feiras e eventos.

O Núcleo é um ambiente fomentador de novas oportunidades. “São desenvolvidas ações voltadas ao crescimento e fortalecimento da imagem das gráficas nucleadas, além da busca conjunta de soluções para problemas e dificuldades em comum”, enfatizou o coordenador do Núcleo, Carlos Giovani Biguelini. Atualmente, as gráficas nucleadas atendem com excelência o mercado de Chapecó, que é exigente em qualidade e tecnologia. “As empresas estão qualificadas para atender qualquer parte de Santa Catarina e do Brasil. O Núcleo tem suma importância nesse aspecto, pois é por meio dele que unimos força em busca do crescimento dos negócios”, afirmou.

O nucleado Flavio Trojan, que participa desde a fundação do grupo, lembra que no início havia concorrência entre as empresas. “Com o tempo, houve aproximação e o entendimento da importância do Núcleo para a discussão e a busca de soluções para problemas em comum. Atualmente, somos parceiros, trocamos trabalhos e uma empresa indica outra quando necessário”, relatou.

Para o nucleado Cidnei Barozzi, o grupo não apenas integrou o setor, mas teve papel fundamental para a consolidação do mercado gráfico no município. Barozzi chegou em Chapecó em 2005, associou-se à ACIC e começou a participar do Núcleo. “Eu estava chegando em uma cidade nova e precisava ficar próximo do mercado. Além disso, sempre acreditei no associativismo para buscar crescimento e aperfeiçoamento”, frisou.

Nesses 12 anos, desde que chegou na cidade, o mercado mudou e, com ele, o papel do núcleo. Barozzi expôs que se discutia muito a questão ambiental e o tratamento de resíduos químicos gerados pelas indústrias gráficas. “Houve tanta transformação que, atualmente, usa-se tinta a base de soja e as chapas não precisam mais de produtos químicos para a revelação. Os papéis e as chapas de alumínio são encaminhados para reciclagem. O processo passou a ser limpo e sustentável. Então, começou-se a mudar o foco do Núcleo com atuação mais forte em capacitação”, relembrou.

De acordo com o nucleado, a capacitação de empresários e colaboradores foi fundamental para a melhoria da gestão das empresas e para a produção de materiais altamente qualificados. “As agências de publicidade não precisam mais sair de Chapecó para fazer suas compras. Temos condições plenas de atender todas as demandas do mercado. Além disso, geramos empregos e renda para o município. O Núcleo das Indústrias Gráficas é o grande fomentador de todas essas melhorias e avanços a partir da troca de experiências, diálogos e ações de qualificação”, destacou Barozzi.

A consolidação do mercado gráfico estimulou também a sucessão familiar nas empresas. Um exemplo é Josilaine de Souza Mello, que desde 2010 trabalha na empresa. “Cursei Administração e, para mim, é uma realização profissional levar o negócio da família adiante”, contou. Desde o início, Josilaine participa das ações do núcleo e, neste ano, assumiu o desafio de ser vice-coordenadora. “Muitas ações as empresas não teriam como fazer sozinhas e, em conjunto, é possível. É fundamental ser nucleado, pois participar do grupo agrega muito conhecimento. Melhoramos como pessoas e como empresas e fortalecemos o setor gráfico”, concluiu.

NUCLEADOS
Atualmente, dez empresas integram o Núcleo das Indústrias Gráficas. São elas: Arcus Indústria Gráfica, Gráfica ABC, Gráfica Expresso, Gráfica Inovar, Gráfica Mércur, Gráfica Plastijô, Gráfica Valgraf, Pegepel Impressões, Rota Impressos Gráficos e Trojarte Artes Gráficas.

Veja também

Relacionamento - ACIC oferece serviço de ouvidoria04/08/16 Um canal permanente e de fácil acesso para os associados poderem se manifestar, de modo a estabelecer um relacionamento democrático e transparente. Esse é o objetivo da Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC) ao lançar o serviço de ouvidoria. Por meio dela, as empresas associadas poderão fazer elogios, denúncias,......
Demandas do Oeste são apresentadas à Câmara de Tecnologia e Inovação da FIESC24/05Núcleo de Tecnologia de Informação e Comunicação da ACIC, Deatec e Simec expuseram importância do setor de TI e as necessidades para continuar se desenvolvendo O setor de tecnologia está em fase de expansão no mundo todo e no Oeste catarinense não é diferente. As demandas do setor foram discutidas nessa semana em reunião da Câmara de Tecnologia e Inovação da......
Empresários conhecem ecossistema de inovação de Florianópolis09/05/17 Conhecer o ecossistema de inovação de Florianópolis e como a região do litoral está organizada para gerar integração entre empresas, universidades e setor público para desenvolver tecnologias e......

Voltar para Notícias