Aba 1

    NOTÍCIAS

    Postado em 23 de Janeiro de 2019 às 08h10

    Acic discute as prioridades do oeste com a vice-governadora

    • ACIC CHAPECÓ -

    As prioridades do oeste catarinense foram discutidas em audiência, a convite da vice-governadora do Estado, Daniela Cristina Reinehr, com o presidente da Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC), empresário Cidnei Luiz Barozzi, na semana passada.

    A maioria das reivindicações situa-se na área da infraestrutura. O dirigente solicitou agilidade das obras do Contorno Viário Leste de Chapecó para interligar a rodovia estadual SC-480 (Chapecó/Goio-En) com a rodovia federal BR-282 (Cordilheira Alta). O contorno já tem projeto técnico.

    Barozzi demonstrou que a principal via de saída do grande oeste catarinense, a rodovia BR-282, precisa urgentemente de melhorias e duplicação.

    O Aeroporto Municipal de Chapecó necessita da elaboração de plano-piloto de investimentos, que compreenda a construção de um terminal de passageiros compatível com o movimento. Barozzi reforça que o atual governo anunciou que a prioridade de investimentos seria o aeroporto de Florianópolis. “A situação do nosso aeroporto precisa de pressão política junto à Secretaria de Aviação Civil (SAC) para autorizar o projeto técnico apresentado pela prefeitura de Chapecó junto ao departamento. O projeto contempla a ampliação do atual terminal de passageiros que precisa ser autorizado por meio de edital de licitação o mais breve possível”, enfatiza.

    A obra vai dobrar a capacidade do atual terminal, de 1.180 metros quadrados para 3.850 metros quadrados. O investimento previsto é de R$ 10.627.772,64, sendo R$ 8,5 milhões liberados pelo governo federal, mais R$ 2.127.772,64 de contrapartida do Estado. O aeroporto é subdelegado do Estado para o município de Chapecó, que também vai investir R$ 500 mil na ampliação do prédio da Seção de Combate a Incêndio.

    Também esteve na pauta a construção do Acesso Oeste de Chapecó, para ligação asfáltica entre a SC-283 (Linha Cascavel/Guatambu) e a BR-282 (Colônia Bacia), com a finalidade de absorver parte do tráfego das rodovias estaduais e federais que conduzem à cidade e facilitar o abastecimento de insumos para indústrias. “Os investimentos anunciados pelas agroindústrias estabelecidas nesta região ultrapassam R$ 400 milhões, aumentando significativamente a circulação de caminhões. Se o acesso não for liberado, teremos um caos em nosso trânsito”, observa Barozzi.

    O presidente da Acic pediu o aumento de recursos para o Hospital Regional do Oeste (HRO), pois tem uma ala nova a ser inaugurada e é necessário aumentar os repasses para viabilizar os custos de manutenção. O dirigente pediu também a instalação de uma Escola Militar em Chapecó.

    A vice-governadora Daniela Reinehr comprometeu-se a dar os devidos encaminhamentos nas diversas instâncias do governo. O presidente Cidnei Barozzi avaliou como produtivo e promissor o encontro e renovou a confiança na capacidade de trabalho da nova administração pública estadual.

    Veja também

    Paraguai oferece oportunidades atrativas para empresas brasileiras22/10/18 MILVO ZANCANARO Diretor de Relações Internacionais e COMEX     O Paraguai é o País que mais cresce na América do Sul e isso se deve a fatores como a facilidade de abertura de empresas no País, o regime tributário simplificado, além dos custos fiscais, trabalhistas e de energia serem os mais competitivos da região e comparados......
    Núcleo de Academias da ACIC07/07/17 Manutenção de equipamentos retém alunos e diminui custos Prevenir acidentes e economizar recursos são os benefícios da correta manutenção de equipamentos nas academias. “Uma academia mal cuidada perde......
    NJE promove primeira Visita Empresarial de 201404/04/14 Edege recebe jovens empreendedores da ACIC em visita empresarial “Não há males que não venham para o bem”. Acreditando neste ditado popular, o empresário Bento Zanoni, enfrentou os percalços que surgiram no......

    Voltar para Notícias