NOTÍCIAS

Postado em 20 de Outubro de 2016 às 08h27

Almoço Empresarial Flávio Estévez Calife avalia cenário econômico e de crédito no Brasil

Eventos (64)

O cenário econômico e de crédito no Brasil foi o tema abordado pelo economista do Boa Vista SCPC e comentarista do programa Conta Corrente, da Globo News, Flávio Estévez Calife, durante o Programa Almoço Empresarial, promovido pela Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC) nessa quarta-feira (19). O evento teve apoio do Banco de Desenvolvimento Regional do extremo Sul (BRDE).
Antes da palestra, a ACIC doou quatro cadeiras de rodas que foram adquiridas para a Mercoagro 2016 e disponibilizadas nos quatro pavilhões durante a feira. Logo após o encerramento do evento, a ACIC optou por fazer a doação, uma ação social que é reflexo do sucesso da Mercoagro. Três cadeiras foram doadas para o Rotary Clube Chapecó Sul Centenário e uma para o Grupo Escoteiros Xapecó.
Na sequência, Calife abordou as principais tendências das variáveis econômicas e seus efeitos sobre o mercado de crédito, em especial sobre o comportamento do saldo de crédito, juros e inadimplência. De acordo com ele, devido a uma série de mudanças previstas para a economia do País, como ajuste fiscal, reforma previdenciária e redução de juros e impostos, os indicadores mostram aumento da confiança dos consumidores. “Ainda temos um longo caminho para percorrer, mas a perspectiva é de melhora gradual. Os indicadores estavam com queda exagerada, agora todos estão com expectativa de crescimento para 2017”, enfatizou.
Calife expôs que a inflação deve diminuir no ano que vem, aproximando-se do centro da meta, que é de 4,5%. Um problema que precisa ser resolvido, segundo o economista, é o desemprego, o que contribuiu significativamente para a queda da renda e, consequentemente, à retração econômica.
Há cerca de quatro anos houve mudança no mercado de crédito. “O setor demorou para sentir os efeitos da queda na economia. A expansão era de 15% ao ano. Porém, atualmente se trabalha com dados negativos. Tanto a oferta como a demanda por crédito diminuíram”, relatou. Sobre a inadimplência, Calife disse que a expectativa é de estabilidade e 2017 deve iniciar com os índices em queda.
Para Calife, o cenário econômico ainda não está ideal, mas as perspectivas são otimistas. “Se as variáveis se consolidarem, a expectativa é de uma melhora gradual a partir de 2017, permitindo o retorno do crescimento que, mesmo que seja lento, não voltaria a ser negativo como nos últimos três anos”, concluiu.

Veja também

Observatório Social de Chapecó apresenta primeira prestação de contas10/11/16 Fruto da iniciativa de representantes da sociedade civil organizada com o objetivo de estimular a cidadania e a ética, monitorando a qualidade da aplicação dos recursos públicos, o Observatório Social (OS) acompanha licitações e ações de educação fiscal em todo o País. Em Chapecó a entidade atua desde janeiro de 2016. Para......
Connect Women: conhecimento, networking e geração de negócios28/11/18 Oportunidades para empreender no mercado internacional, apresentação do ecossistema de inovação do Oeste catarinense, sessão de negócios, painéis e palestras marcaram a programação do Connect......

Voltar para Notícias