NOTÍCIAS

Postado em 20 de Julho de 2018 às 08h11

Necessidades transformadas em oportunidades tornaram a Rissi um grande nome de fachadas e esquadrias no Brasil

  • ACIC CHAPECÓ -
  • ACIC CHAPECÓ -
  • ACIC CHAPECÓ -
  • ACIC CHAPECÓ -

Determinação, dedicação, comprometimento, arrojo e persistência são alguns dos ingredientes que fazem parte da história da Rissi Fachadas e Esquadrias. O diretor da empresa, Vanderlei Rissi, relatou sua trajetória de sucesso nessa quinta-feira (19), no Programa Almoço Empresarial da Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC). O evento reuniu empresários, colaboradores e lideranças empresariais e públicas.

A vontade de ter seu próprio negócio fez Vanderlei transformar necessidades em oportunidades. Ao chegar em Chapecó, em 1986, foi morar com um tio e começou a trabalhar em uma ferragem, passando por outras empresas, onde atuou na área comercial, adquiriu experiências e fez fortes parcerias. Nesse período, atuou no sudoeste do Paraná e noroeste do Rio Grande do Sul.

Em 1996 se desligou da organização e decidiu abrir seu próprio negócio, a Vanderlei Rissi ME, trazendo uma novidade para região: vidro temperado. “Montamos uma empresa de garagem, vendemos dois carros e compramos uma caminhonete”. O primeiro desafio foi atender um pedido para construção de um edifício com serviço de esquadria. “Durante o dia fazíamos o atendimento e à noite os serviços burocráticos. Como eu já tinha a ideia de trabalhar com esquadria, expandimos a empresa e assim surgiu, em 1997, a Rissi Fachadas e Esquadrias. Éramos três sócios e cada em entrou com R$ 15 mil. Para a compra de maquinário, fizemos um crediário de R$ 38 mil”.

Vanderlei destacou a confiança dos primeiros clientes e dos parceiros. Sempre com objetivo de trazer inovação, a empresa iniciou sua atuação com equipamentos pneumáticos, quando o comum era trabalhar com equipamentos elétricos. “Se fossemos fazer janela como todo mundo, seríamos apenas mais um, nossa meta era trazer materiais diferentes”, enfatizou. Foi assim que começaram a surgir as grandes obras. Porém, para sua realização, foi preciso mais investimento em equipamentos. “Percebemos, então, que o mercado de Chapecó não seria suficiente e começamos um novo desafio: ampliar horizontes. Instalamos uma unidade de showroom em Curitiba, onde ficamos por mais de dez anos. No ano passado, descontinuamos a unidade e a trouxemos para Chapecó”.

A empresa já atuava com obras para diversas construtoras e surgiu outro desafio: atuar com impressão em vidro e com fachadas no sistema unitizado, sendo pioneira no setor no Sul do Brasil. A primeira obra foi em Brasília e surgiu devido a indicação de um amigo. “Área comercial é relacionamento. Eu sempre procurei ter amigos e isso fez que com muitas portas se abrissem”, realçou Vanderlei.

AMPLIAÇÃO

Porém, os sonhos não pararam. O espaço da empresa estava pequeno e Vanderlei queria ampliar. Depois de muito planejamento e trabalho, a nova sede foi construída no Distrito Industrial Flávio Baldissera. O projeto iniciou em 2009 e a obra no fim de 2011. O terreno possui 19.500 metros quadrados, com 5.500 metros quadrados de área construída. “Tivemos um espaço maior por um tempo, mas está pequeno novamente e temos novos planos de ampliação em 3.600 metros quadrados”.

A Rissi tem capacidade, atualmente, para a produção de 45 toneladas de alumínio, 4.500 metros quadrados de vidro e 6 mil metros quadrados de ACM por mês e 250 unidades de PVC por dia. Possui 178 colaboradores diretos e 48 indiretos, seis caminhões e 14 veículos utilitários. “Hoje, conseguirmos atuar em obras que são nosso foco, com grande representatividade no Sul e em todo o País”, frisou Vanderlei.

Entre os Estados onde a empresa atua, estão o Pará, Maranhão, Ceará, Distrito Federal, Minas Gerais, Goiás, São Paulo, Rio de Janeiro, Mato Grosso do Sul, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Dentro do planejamento de expansão, está a internacionalização da empresa. “O futuro já é presente. Estamos com uma obra em Punta del Este, no Uruguai, negócio efetivado depois de um ano de trabalho. É nossa primeira obra fora do Brasil. Serão duas torres que demandarão dois anos de trabalho.

A trajetória da Rissi rendeu também reconhecimentos, com os prêmios: O Desbravador – Destaque Especial Desenvolvimento Tecnológico, em 2013; Revelação Melhores do Ano Melnick Even, em 2015; Destaque Esquadrias Melnick Even, em 2016; Excelência Construtora Baggio, em 2016; e Destaque Empresarial do Sul Ramo de Esquadrias, em 2018.

PROGRAMA

O presidente da ACIC, Cidnei Barozzi, destacou que o Programa Almoço Empresarial deste ano terá cinco edições, sendo uma oportunidade para compartilhar ideias, sempre exaltando a trajetória que os associados construíram. “O evento proporciona troca de conhecimento e contribui para a implementação de atitudes na busca de melhores resultados”, comentou.

As próximas edições do Programa serão no dia 16 de agosto, com a DM Auto, e no dia 18 de outubro, com a participação do Brasão Supermercados. O evento tem apoio institucional do Banco de Desenvolvimento Regional do Extremo Sul (BRDE), Certa Seguros, Inviolável, Sicoob MaxiCrédito, Sicredi, Unimed e Aurora Alimentos.

Veja também

Agronegócio se consolida como alavanca para retomada do crescimento econômico brasileiro01/09/16 A agricultura e o agronegócio constituem um dos setores mais dinâmicos da economia brasileira, cujos superávits na balança comercial dão, há mais de 20 anos, estabilidade ao País. São sucessivos superávits de 100 bilhões de dólares ao ano que salvam a balança comercial. Em 2015, enquanto o Produto Interno Bruto (PIB) encolheu -3,8%......
Confiança da indústria cresce 0,9 ponto, constata prévia da FGV20/02 O Índice de Confiança da Indústria apresentou um crescimento de 0,9 ponto na prévia de fevereiro, na comparação com o resultado consolidado de janeiro. Com isso, o indicador atingiu 99,1 pontos, o maior desde agosto......
ACIC oferece curso de Coaching In Company24/04/14 Além dos cursos regularmente oferecidos pela ACIC, as empresas associadas têm a possibilidade de buscar junto à entidade a oferta de cursos In Company que se adaptem às necessidades e anseios do associado. Nesse formato, os cursos......

Voltar para Notícias