NOTÍCIAS

Postado em 20 de Julho às 08h11

Necessidades transformadas em oportunidades tornaram a Rissi um grande nome de fachadas e esquadrias no Brasil

  • ACIC CHAPECÓ -
  • ACIC CHAPECÓ -
  • ACIC CHAPECÓ -
  • ACIC CHAPECÓ -

Determinação, dedicação, comprometimento, arrojo e persistência são alguns dos ingredientes que fazem parte da história da Rissi Fachadas e Esquadrias. O diretor da empresa, Vanderlei Rissi, relatou sua trajetória de sucesso nessa quinta-feira (19), no Programa Almoço Empresarial da Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC). O evento reuniu empresários, colaboradores e lideranças empresariais e públicas.

A vontade de ter seu próprio negócio fez Vanderlei transformar necessidades em oportunidades. Ao chegar em Chapecó, em 1986, foi morar com um tio e começou a trabalhar em uma ferragem, passando por outras empresas, onde atuou na área comercial, adquiriu experiências e fez fortes parcerias. Nesse período, atuou no sudoeste do Paraná e noroeste do Rio Grande do Sul.

Em 1996 se desligou da organização e decidiu abrir seu próprio negócio, a Vanderlei Rissi ME, trazendo uma novidade para região: vidro temperado. “Montamos uma empresa de garagem, vendemos dois carros e compramos uma caminhonete”. O primeiro desafio foi atender um pedido para construção de um edifício com serviço de esquadria. “Durante o dia fazíamos o atendimento e à noite os serviços burocráticos. Como eu já tinha a ideia de trabalhar com esquadria, expandimos a empresa e assim surgiu, em 1997, a Rissi Fachadas e Esquadrias. Éramos três sócios e cada em entrou com R$ 15 mil. Para a compra de maquinário, fizemos um crediário de R$ 38 mil”.

Vanderlei destacou a confiança dos primeiros clientes e dos parceiros. Sempre com objetivo de trazer inovação, a empresa iniciou sua atuação com equipamentos pneumáticos, quando o comum era trabalhar com equipamentos elétricos. “Se fossemos fazer janela como todo mundo, seríamos apenas mais um, nossa meta era trazer materiais diferentes”, enfatizou. Foi assim que começaram a surgir as grandes obras. Porém, para sua realização, foi preciso mais investimento em equipamentos. “Percebemos, então, que o mercado de Chapecó não seria suficiente e começamos um novo desafio: ampliar horizontes. Instalamos uma unidade de showroom em Curitiba, onde ficamos por mais de dez anos. No ano passado, descontinuamos a unidade e a trouxemos para Chapecó”.

A empresa já atuava com obras para diversas construtoras e surgiu outro desafio: atuar com impressão em vidro e com fachadas no sistema unitizado, sendo pioneira no setor no Sul do Brasil. A primeira obra foi em Brasília e surgiu devido a indicação de um amigo. “Área comercial é relacionamento. Eu sempre procurei ter amigos e isso fez que com muitas portas se abrissem”, realçou Vanderlei.

AMPLIAÇÃO

Porém, os sonhos não pararam. O espaço da empresa estava pequeno e Vanderlei queria ampliar. Depois de muito planejamento e trabalho, a nova sede foi construída no Distrito Industrial Flávio Baldissera. O projeto iniciou em 2009 e a obra no fim de 2011. O terreno possui 19.500 metros quadrados, com 5.500 metros quadrados de área construída. “Tivemos um espaço maior por um tempo, mas está pequeno novamente e temos novos planos de ampliação em 3.600 metros quadrados”.

A Rissi tem capacidade, atualmente, para a produção de 45 toneladas de alumínio, 4.500 metros quadrados de vidro e 6 mil metros quadrados de ACM por mês e 250 unidades de PVC por dia. Possui 178 colaboradores diretos e 48 indiretos, seis caminhões e 14 veículos utilitários. “Hoje, conseguirmos atuar em obras que são nosso foco, com grande representatividade no Sul e em todo o País”, frisou Vanderlei.

Entre os Estados onde a empresa atua, estão o Pará, Maranhão, Ceará, Distrito Federal, Minas Gerais, Goiás, São Paulo, Rio de Janeiro, Mato Grosso do Sul, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Dentro do planejamento de expansão, está a internacionalização da empresa. “O futuro já é presente. Estamos com uma obra em Punta del Este, no Uruguai, negócio efetivado depois de um ano de trabalho. É nossa primeira obra fora do Brasil. Serão duas torres que demandarão dois anos de trabalho.

A trajetória da Rissi rendeu também reconhecimentos, com os prêmios: O Desbravador – Destaque Especial Desenvolvimento Tecnológico, em 2013; Revelação Melhores do Ano Melnick Even, em 2015; Destaque Esquadrias Melnick Even, em 2016; Excelência Construtora Baggio, em 2016; e Destaque Empresarial do Sul Ramo de Esquadrias, em 2018.

PROGRAMA

O presidente da ACIC, Cidnei Barozzi, destacou que o Programa Almoço Empresarial deste ano terá cinco edições, sendo uma oportunidade para compartilhar ideias, sempre exaltando a trajetória que os associados construíram. “O evento proporciona troca de conhecimento e contribui para a implementação de atitudes na busca de melhores resultados”, comentou.

As próximas edições do Programa serão no dia 16 de agosto, com a DM Auto, e no dia 18 de outubro, com a participação do Brasão Supermercados. O evento tem apoio institucional do Banco de Desenvolvimento Regional do Extremo Sul (BRDE), Certa Seguros, Inviolável, Sicoob MaxiCrédito, Sicredi, Unimed e Aurora Alimentos.

Veja também

Núcleo de Academias da ACIC07/07/17 Manutenção de equipamentos retém alunos e diminui custos Prevenir acidentes e economizar recursos são os benefícios da correta manutenção de equipamentos nas academias. “Uma academia mal cuidada perde a credibilidade e, consequentemente, alunos. Por isso, é importante que os professores saibam identificar as condições dos equipamentos e......
Conselho Deliberativo da ACIC discute o futuro de Chapecó17/05/17 Conselho Deliberativo da ACIC discute o futuro de Chapecó Informações sobre economia, empregos, educação, desenvolvimento humano e crescimento de Chapecó foram apresentados nesta semana na reunião do......

Voltar para Notícias