NOTÍCIAS

Postado em 09 de Maio de 2014 às 14h50

Acic: 67 anos em defesa da comunidade e do empresariado

A Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC), fundada em 10 de maio de 1947 com o objetivo de ser uma entidade empresarial representativa do comércio, indústria, prestação de serviços e agropecuária, completa 67 anos de atuação com reconhecimento no cenário estadual, pelas ações de vanguarda, com posicionamentos que visam assegurar direitos da cidadania e o desenvolvimento da livre iniciativa.

Declarada de utilidade pública através da Lei Municipal 114/80, de 1º de dezembro de 1980, e pela Lei estadual 5874, de 7 de maio de 1980, a Associação Comercial e Industrial de Chapecó tem como presidente da diretoria executiva o empresário Bento Zanoni, eleito para o mandato de 2014/2015.

A ACIC cumpre a missão de representar os segmentos econômicos do município de Chapecó, estimula a livre iniciativa e trabalha como agente de inovações e mudanças, promove atividades associativas e eventos de interesse da classe empresarial, orienta os associados em questões técnicas, administrativas e jurídicas, incentiva o aprimoramento das técnicas empresariais, mantém intercâmbios com entidades afins, empresas privadas e instituições educacionais e tecnológicas, nacionais e internacionais.

Coopera com os poderes públicos as ações pertinentes ao livre exercício das atividades empresariais e promove, no país e no exterior, o nome de Chapecó, os estabelecimentos, produtos gerados e os serviços prestados no município.

Entre os principais projetos e serviços que a ACIC desenvolve estão a Mercoagro, Expen, o Troféu Nelson Galina e escolha do Empresário do Ano, Prêmio ACIC de Excelência, Programa Almoço Empresarial, Programa Vida Empresarial, Cartão Útil Card, Núcleos Setoriais, JUCESC, Ercoex, Junior Achievement, além da promoção de dezenas de seminários, palestras e cursos voltados ao aprimoramento dos associados e da comunidade em geral.

Em 2011, deflagrou a campanha “Paciência tem limite”, contra a violência que acomete Chapecó, reeditando-a em 2014 com o “Chega de violência”, organizada por instituições da sociedade civil e encabeçada pela Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC), Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Sindicato do Comércio Varejista (Sicom), a subseção da Ordem dos Advogados do Brasil, Associação Catarinense de Imprensa (ACI), entre outras.

O atual presidente Bento Zanoni assevera que “a sociedade chapecoense sabe que estamos sempre atentos em sua defesa, não apenas em questões de natureza econômica ou empresarial, mas, em tudo que esteja revestido do interesse geral dos nossos concidadãos”. O dirigente observa que cumprir os postulados da representação consciente e da defesa destemida das metas e objetivos é uma forma de lealdade aos associados.

No 67º aniversário, as entidades parceiras sabem que a ACIC continuará atuando em conjunto, ombro a ombro, na busca de solução das grandes questões que angustiam empresários e trabalhadores. Da mesma forma, os administradores públicos e a classe política em geral reconhecem que a ACIC é parceira para ações, planos e projetos sintonizados com as necessidades e a vontade da população, embora jamais abriremos mão da nossa prerrogativa da avaliação independente e da crítica leal.

Veja também

MERCOAGRO - 2014 Máquina utiliza tecnologia raio-X para verificar objetos estranhos nas carnes11/09/14 Uma máquina que utiliza a tecnologia de raio-X para controlar gordura e peso da carne afim de padronizar recortes, cortes, matérias-primas para industrializados e detectar materiais estranhos como metais e ossos. Esta é uma das inovações apresentadas durante a MercoAgro 2014 – 10ª Feira Internacional de Negócios, Processamento e Industrialização da......
O bom vendedor não nasce pronto28/11/18 Fábio Luiz Furtado, empreendedor, especialista em vendas, sócio da AIRON Negócios Globais e da BRGTI Gestão e Tecnologia Inteligentes Muitas vezes se ouve que “fulano fala bem e por isso deve ser um bom......
Articulação de entidades empresariais define as prioridades regionais14/02/18 Definir as principais reivindicações de real interesse regional e articular, na sustentação dessas reivindicações, as entidades empresariais oestinas. Esse foi o foco do encontro que reuniu, nesta semana, na sede da......

Voltar para Notícias